Visita de integração do comandante Militar do Norte a República Cooperativista da Guiana

blank

Google News

O comandante Militar do Norte, general de exército Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, realizou visita de Diplomacia Militar à República Cooperativista da Guiana, no período de 11 a 15 de junho, com o objetivo de reforçar a integração entre o Brasil e aquela nação amiga nas áreas de segurança, logística, ensino e operações na selva.

A agenda oficial constou de audiência com o presidente, general de brigada David Granger, que é Guerreiro de Selva formado em 1969 pelo Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS).

O presidente e o comandante Militar do Norte debateram temas de interesse comum, dentre os quais a necessidade de renovar e fortalecer a cooperação entre o Exército Brasileiro e as Forças de Defesa da Guiana (GDF) no combate a ilícitos transfronteiriços.

Ainda como parte da programação oficial, o general Paulo Sérgio visitou a Embaixada do Brasil em Georgetown, onde se reuniu com o Embaixador Lineu Pupo de Paula e assistiu a uma palestra proferida pelo Adido de Defesa, Naval e do Exército, coronel Marcelo Ambrósio.

O comandante Militar do Norte também cumpriu agenda com o general de brigada Patrick West, Chefe do Estado-Maior das GDF, com quem discutiu aspectos militares constantes do Memorando de Entendimento entre os dois países.

O General West agradeceu os diversos apoios prestados pelo Exército Brasileiro (EB) à Guiana, destacando a perfuração de poços artesianos em comunidades isoladas e carentes, realizada pelo 6º BEC (Boa Vista/RR).

Convidado pelo general West, o general Paulo Sérgio participou de uma formatura na Escola de Cadetes da Guiana, equivalente à nossa AMAN, além de haver visitado a Escola de Treinamento Anfíbio e Guerra na Selva da Guiana.

Como parte da cooperação Brasil-Guiana na área de ensino, o EB vem provendo equipes de instrutores para as duas escolas, atualmente com o efetivo de dois capitães e dois subtenentes.

Na programação cultural, a comitiva brasileira teve a oportunidade de conhecer a belíssima cachoeira Kaieteur, com 226 metros de altura e considerada a maior do mundo em queda livre. A visita foi considerada um sucesso, com todos os objetivos plenamente atingidos.

Fonte: Comando Militar do Norte



Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio:

1 COMENTÁRIO

  1. Bem é uma visita de uma representação militar de um país amigo para outro, porém poderia-se abrir alguma brecha para que a Guiana viesse a conhecer nossos produtos militares e os adquiri-se, hoje temos todas as condições de prover a uma nação como a Guiana tudo no tocante a equipamentos militares, embarcações, aeronaves, e veículos militares, vejam a Guiana tem um contencioso com a Venezuela que é muito mais armada que a Guina, porém a Guina possuindo e operando equipamentos adequados daria a este país uma maior proteção ex; digamos que a Guiana adquirisse o sistema Astros II este sistema daria uma grande capacidade de defesa de seu território.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here