Vistoria identifica mais componentes defeituosos no Boeing 737 Max

blank

A Administração Federal da Aviação (FAA) informou nesse domingo (02) que agentes identificaram durante vistoria, vários componentes defeituosos dentro das asas de mais de 310 Boeing 737, incluindo os modelos Max, que terão de ser substituídos, mas que estes problema verificados não representam risco iminente de acidente.

O alerta surge em um momento de preocupação com a segurança dos 737 Max e em meio aos esforços da FAA e da fabricante para corrigir o software de controle de voo, apontado como responsável pelas quedas das aeronaves da Lion Air, outubro, e da Ethiopian Airlines, em março.

Depois da decisão da FAA, a Boeing informou, em comunicado, que “não foi informada de quaisquer problemas de serviço com este lote” de componentes suspeitos. A empresa divulgou ainda que vai emitir um boletim detalhando o processo de inspeção, notando que é provável que sejam 41 os aviões que necessitem substituir peças.

A companhia informou que os trabalhos demorarão um ou dois dias para serem concluídos. A FAA divulgou que pretende emitir uma diretriz requerendo às companhias aéreas que resolvam o problema em dez dias.

  • Com informações do Dow Jones Newswires

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here